• Motoaction

MotoGP volta ao Brasil


A Dorna Sports, organizadora da MotoGP, anunciou que o mundial de motovelocidade voltará ao Brasil a partir de 2022, com um contrato de cinco anos com a Rio Motorsports (RMS), garantindo o retorno do esporte ao Rio de Janeiro até 2026. O novo Rio Motorpark, pronto para construção em Deodoro, sediará o Grand Prix, que volta ao Rio depois de 15 anos.

O Brasil e o Rio de Janeiro já encenaram alguns capítulos incríveis da história do esporte, mais recentemente em 2004 em Jacarepaguá, que hospedava o MotoGP desde 1995. O desenvolvimento de um novo local para substituir Jacarepaguá, que foi reaproveitado como um Olympic Park, oferece uma perspectiva empolgante para o esporte e a cidade.

“As notícias de que já temos uma primeira competição para a nova pista de corridas do Rio, o MotoGP, confirmado para 2022, representam um grande avanço para a nossa cidade. A construção da pista de Deodoro é um projeto espetacular, com um investimento extraordinário que irá gerar 7.000 empregos e fazer o Rio recuperar o papel de liderança em grandes competições. Vamos levar o desenvolvimento para uma região da cidade com muitas necessidades, que é a Zona Oeste, e estimular o turismo. Tudo isso sem a cidade colocar um centavo no projeto, já que todo o investimento será de responsabilidade da concessionária. ” afirmou Marcelo Crivella, prefeito do Rio de Janeiro.

“Estou muito orgulhoso em anunciar que o MotoGP voltará às corridas no Rio de Janeiro, uma das cidades verdadeiramente icônicas do mundo e em um país tão incrível. O Brasil é um mercado importante para motocicletas, motociclismo e automobilismo, com uma história para se orgulhar - e um futuro que estou empolgado em ver o MotoGP desempenhar um papel tão vital quando voltamos em 2022. ” Carmelo Ezpeleta, CEO da Dorna Sports

#KawasakiVersys1000 #Kawasaki #Versys