• Motoaction

Ponto de vista - Sonia Harue/Kawasaki


Com uma ação inovadora e arrojada, como o lançamento da linha off-road nacionalizada, a subsidiária da Kawasaki no Brasil tem trabalhado para oferecer os modelos que se destacam pelo planeta. Apesar dos desdobramentos com pandemia no ano passado, a empresa não deixou de realizar lançamentos, como a Z900, a nova linha 650, com a Ninja e a Z, e linha off-road 2021. Não foi um ano fácil, pelo contrário, foi recheado de desafios e incertezas, mas como as demais fábricas, a Kawasaki manteve grande parte da sua programação.


Abrimos novamente espaço para conhecermos o trabalho realizado pela Kawasaki diante desse momento único. Acompanhe nossa conversa com a Sônia Harue, que está há 11 anos à frente da área comercial e marketing da empresa, e descubra o que a Kawasaki fez durante esse difícil período e o que podemos esperar para 2021.


MA – Desde o ano passado, todos nós enfrentamos a pandemia de covid-19. Como a Kawasaki enfrentou esse período e que mudanças realizou para se adequar à nova situação?

Enfrentamos com muita seriedade, estratégia e foco em nossos concessionários. Um de nossos objetivos foi que o fluxo de clientes para os nossos concessionário fosse o maior possível, tanto pessoalmente quanto on-line, e que esses clientes encontrassem o nosso line-up completo para fazer um ótimo negócio. A união entre fábrica e concessionários está sendo fundamental para passarmos por esse momento! Somente essa parceria fará com que os bons resultados de 2020 sejam superados em 2021, e nós acreditamos fortemente na qualificação e garra de todos os concessionários Kawasaki.


Quais foram as maiores dificuldades nos primeiros meses de confinamento?

É a primeira vez que a nossa geração passa por algo do gênero. Então, todas as incertezas e novidades dos acontecimentos foram e continuam sendo desafiadores. Mais do que nunca, o alinhamento entre nós e nossos concessionários é fundamental para superarmos tudo isso juntos.


Mesmo com a pandemia, a Kawasaki realizou lançamentos, como a linha 650 e os modelos off-road 2021. Como foi desenvolver um nova forma de trabalho, com lançamentos on-line ou presenciais seguindo protocolos e regras?

Em 2020, lançamentos a Z900, Z650, Ninja 650, KX250, KX450, KX 250X e KX450X, e isso mostra o quanto acreditamos fortemente no mercado e no consumidor brasileiro. E manteremos essa postura e confiança para 2021 também.


Para enfrentar os novos desafios, o mais importante foi desenvolver com rapidez formas de informar e impactar sobre os lançamentos e ações, sempre mantendo toda a segurança e saúde dos nossos clientes, profissionais e concessionários.


Apesar do pouco tempo desde seu lançamento, como tem sido a aceitação da nova linha 650?

A aceitação e recepção destas motocicletas estão sendo muito positivas. O público reconhece que nós temos um dos line-ups mais completos do mercado e que nossas motos, além de excepcional qualidade e de atenderem o perfil de cada cliente, entregarão diversão, adrenalina e paixão.


E como está sendo o trabalho de interação entre a fábrica e as concessionárias neste período de pandemia?

A fábrica continua com a operação e com escala reduzida, com todos os cuidados e orientações mais que redobrados. Estamos atentos a toda a situação no estado, acompanhando bem de perto, além de respeitarmos e reforçarmos as regras e orientações vigentes de cada região.


O mesmo acontece com as concessionárias, respeitando as orientações e regras, e com o atendimento on-line e negociações ativas. Fica aqui o nosso convite: entre em contato com o concessionário mais perto de você e conquiste a sua Kawasaki 0km.


Qual o modelo mais vendido no mercado brasileiro e como se encontra a Kawasaki do Brasil no mercado mundial da marca?

A Kawasaki é uma marca icônica de motos premium que está presente em vários países do mundo. O mercado mundial como um todo passa por um momento diferente, mas a Kawasaki continua se consolidando e evoluindo seus produtos.


No Brasil, estamos construindo um legado de sucesso, e nos últimos anos estamos superando as nossas metas. O ano de 2020 foi desafiador, porém com bons resultados, e 2021 também será!


Na linha off-road 2021, a Kawasaki surpreendeu com a renovada KX250 e o lançamento dos modelos KX250X e KX450X, direcionados para o enduro e rali. Como foi a receptividade desses produtos no mercado brasileiro?

As nossas motos off-road são produtos muito reconhecidos por sua excelência, e os amantes e profissionais do off-road receberam extremamente bem estes lançamentos e renovações.


Ainda sobre os produtos off-road, alguns praticantes comentaram que foram poucas as unidades disponibilizadas e que muitos estão aguardando o anúncio da chegada de novo lote de motocicletas. O que aconteceu com a linha, cuja maioria dos modelos é nacionalizada?

São motocicletas que contam com uma excelente recepção do público e a grande procura por nossas motocicletas nos deixa cheios de orgulho. O ano e 2020 foi complicado e impactou em alguns aspectos a produção, mas estamos empenhados em sempre entregar as melhores motocicletas e, através de nossos concessionários, termos o melhor atendimento. Estamos trabalhando para que em 2021 a quantidade de motos seja ainda maior, tanto as off-road como as motos street. Agradecemos o carinho que os nossos clientes vêm demonstrando por nossos produtos.


Está prevista a disponibilidade de mais modelos off-road 2021 para o mercado brasileiro?

Acabamos de trazer dois novos produtos para o Brasil, que são a KX250X e KX450X, além de atualizar as KX250 e KX450, e estamos sempre acompanhando as novidades e lançamentos.


A marca tem uma grande presença mundial nas competições e a Kawasaki do Brasil esteve presente durante anos nos campeonatos nacionais. Contudo, oficialmente ela não esteve presente nos dois últimos anos. Por que essa decisão? Existe algum projeto futuro para retornar aos campeonatos?

A nossa presença em campeonatos sempre foi forte e contamos com inúmeras vitórias. Nos últimos anos, participamos como marca ou com apoio e suporte aos concessionários, tanto em competições off-road, superbike ou FMX. Temos projetos futuros e as competições estão em nosso DNA. Porém, com o agravamento na saúde, alguns campeonatos ou estão em "standby" ou foram prorrogados.


Neste ano será realizado o Salão Duas Rodas, e a Kawasaki já comunicou sua presença. O que levou a marca a antecipar sua decisão de participar no evento?

Formalizamos a nossa participação para reforçar o compromisso de estarmos sempre atuantes e lançando as motos mais desejadas pelo público brasileiro. O Salão Duas Rodas é o maior salão da América Latina e um dos maiores do mundo, e uma excelente oportunidade para apresentarmos as nossas novidades, tecnologias e diferenciais. Com a vacinação acontecendo em todo o Brasil, acreditamos na melhora do cenário atual até o final do ano.


Podemos esperar novidades no Salão Duas Rodas?

Uma das coisas que nos move é a alegria e a satisfação nos olhos dos nossos clientes. Surpreender e ultrapassar as expectativas das pessoas é realizador, então, podem ter certeza que 2021 terá muita novidade e coisa boa!

















Posts recentes

Ver tudo