• Motoaction

Road Test - Honda NC 750X


O mundo motociclístico mudou muito nos últimos anos e a variedade de modelos oferecidos pela indústria vem se ampliando, inclusive com novas categorias, como a crossover, que mistura estilos, como o trail e o esportivo. Um desses modelos de destaque nacional é a Honda NC 750X, mais focada mais no uso urbano, do que num mix de asfalto e terra. Ela oferece conforto na pilotagem, com a possibilidade de usá-la diariamente nos centros urbanos e, também, encarar a estrada em busca de aventuras, sempre com esportividade.

Este modelo tem apresentado grande sucesso no mercado nacional, inclusive constando na lista das dez motocicletas mais vendidas. Talvez a tradição da Honda em construir grandes produtos contribua para o seu sucesso, paralelo ao belo visual moderno e esportivo e porte robusto. Além do conforto e versatilidade já mencionados, ela também oferece boa performance e torque.

O modelo 2022 trouxe atualizações significativas. O novo design é mais moderno, com carenagens redesenhadas e um novo para-brisa que oferece maior proteção. Praticidade, conforto e maneabilidade que o modelo sempre apresentou foram mantidos, mas alguns pontos foram melhorados, como o porta-capacete, que ocupa o espaço onde usualmente as motocicletas têm o tanque de combustível, e que no modelo 2022 teve sua capacidade aumentada de 22 para 23 litros.



Um novo painel LCD permite a fácil gestão dos três modos de pilotagem, que em conjunto com o HSTC (Honda Selectable Torque Control), determina pleno controle do motor bicilíndrico de 745 cc, que recebeu um upgrade em potência e torque.


Mas o grande destaque é o lançamento da versão com câmbio DCT, que na Europa já representa 52% das vendas do modelo – a versão com câmbio convencional foi mantida. Esta sofisticada transmissão de dupla embreagem é uma exclusividade imperdível da Honda em motocicletas. Assim como os câmbios borboleta dos carros esportivos, o sistema oferece trocas de marcha super-rápidas, permitindo ao piloto escolher entre três diferentes configurações (uma manual e duas automáticas), oferecendo um desempenho mais suave e eficiente.

Segundo a Honda, a decisão de oferecer dois tipos de transmissão para a NC 750X alinha a crossover com a mais recente geração da maxitrail Honda Africa Twin. Outro ponto em comum entre esses modelos é a oferta de uma linha completa de acessórios dedicados para a NC 750X, como já ocorre com a Africa Twin.

Essas são as principais novidades do modelo 2022, contudo, vamos relembrar outros atributos do modelo. O chassi do tipo Diamond é construído em aço e abrigando o tanque de combustível sob o assento do condutor – a tampa está instalada abaixo do banco passageiro, existindo dispositivo para sua abertura. O sistema de freios apresenta disco dianteiro ondulado de 320 mm de diâmetro com pinça de duplo pistão, e disco traseiro de 240 mm com pinça de único pistão. Ambos têm ABS.

O conjunto de suspensões é da Showa, com bengalas de 41 mm de diâmetro e 120 mm de curso e válvulas "Dual Bending" (Showa Dual Bending Valve), sistema que permite ajuste automático conforme o piso; e um amortecedor traseiro que gera 120 mm de curso e recebeu um sistema de afinação da pré-carga da mola. A unidade trabalha no sistema Pro-Link, com equilíbrio otimizado.



O motor é outro atrativo desta motocicleta, um bicilíndrico de 745 cc, com injeção eletrônica de combustível PGM-FI e refrigeração líquida, que agora gera potência de 58,6 cv a 6.750 rpm e torque máximo de 7,03 kgfm a 4.750 rpm. O sistema de escape utiliza duas câmaras ligadas por um tubo que serve como câmara final de ressonância, para criar sonoridade distinta e entusiasmante. O catalisador incorporado tem dupla estrutura e oferece emissões mais limpas.

A Honda NC 750X dotada de câmbio convencional tem preço sugerido de R$ 49.700, e a chegada das primeiras unidades da versão DCT às revendas Honda Dream de todo o país está prevista para o final de abril, com o preço sugerido de R$ 55.700 – ambos os preços têm base o Distrito Federal e não incluem despesas de frete e seguro. A garantia é de três anos, sem limite de quilometragem.


Como anunciado anteriormente, a Honda NC 750X DCT terá um exclusivo pacote de acessórios dedicados, denominado Travel Pack (vide quadro). Destinado a satisfazer os clientes que desejam maximizar as qualidades de aventureira do modelo, os itens desse "pacote" seguem um elevado padrão construtivo que preserva integralmente a originalidade do modelo, pois sua instalação dispensa qualquer adaptação/modificação na estrutura da NC 750X DCT.


Guilherme Lima acelerou a novidade e nos conta a seguir suas impressões.


COMPORTAMENTO - "A Honda apresentou a nova NC 750X em duas versões, com câmbio tradicional e a novidade DCT, que já equipa alguns modelos da marca, como a X-ADV e Africa Twin.

Aliás, a mecânica é a mesma da X-ADV, exatamente o mesmo motor e transmissão.


A NC-X é um modelo muito confortável e estável, desde seu lançamento. E o novo modelo veio com algumas melhorias que deixaram a moto ainda mais legal. Nosso test ride no lançamento oficial foi realizado entre as cidades paulistas de Piracicaba e Brotas, onde pude pilotar em diversas situações, tanto no uso urbano quanto em estradas grandes e largas e também mais sinuosas e estreitas.



Fiz um revezamento com as versões e posso dizer que o modelo, de forma geral, é muito bom. Super equilibrado, ele transmite muita segurança ao piloto. O motor ganhou 4 cv e ficou ainda mais elástico e forte. E o câmbio também teve mudanças nas relações de marchas, o que proporcionou melhor aproveitamento da potência desta 750 cc. As respostas ficaram mais rápidas em baixa velocidade, em uso urbano, e mais longas e suaves nas rodovias, aumentando o conforto na pilotagem com os giros do motor mais baixos – e, ainda, promovendo maior economia.


Mais mudanças vieram na eletrônica. Há quatro mapas de potência: Standard, Sport, Rain e User, este último para ser personalizado pelo piloto e que pode ser muito bem aproveitado. Apesar das opções, às vezes o proprietário usa apenas o modo Sport e/ou Standard, mas utilizar os outros, conforme indicado, melhor muito a pilotagem.


Os freios são bem eficientes, totalmente compatíveis com o tamanho e potência da moto e proporcionam segurança ao piloto, assim como a suspensão.


O posicionamento se tornou ainda mais confortável. Um pouco mais baixa e a pequena mudança no banco ajudam os pilotos de estatura mediana ou mais baixa nas manobras e paradas, além do centro de gravidade um pouco mais baixo auxiliar na estabilidade da moto.


Ela tem ainda um novo painel digital maior e com mais informações e maior volume de armazenamento, cabendo um capacete fechado grande.


Agora eu tenho que ressaltar o novo câmbio DCT. Muitos proprietários de motocicletas acham que perde a graça não ter embreagem e câmbio no pé, mas depois de usar uma ou, no máximo, duas vezes essa tecnologia, fica difícil não gostar. É muito confortável e legal depois que se pega o jeito. Nos botões do punho esquerdo podemos reduzir ou aumentar as marchas e, sendo assim, o piloto pode escolher o melhor mapa para situação e gosto e, quando achar necessário, utilizar os botões. Eu os usei bastante na estrada mais sinuosa e nas descidas com curvas, e a pilotagem foi muito prazerosa. Recomendo o teste, você vai se surpreender!


É isso, galera, a moto é muito versátil e confortável, sem dúvida.




(BOX) TRAVEL PACK - ITENS E PREÇOS SUGERIDOS

Protetor tubular de carenagem: R$ 2.423,00

Faróis de neblina: R$ 3.408,00

Suporte traseiro: R$ 2.689,00

Top Box de 38 litros: R$ 2.274,00

Malas laterais: R$ 7.586,00

Para-brisa elevado (+70 mm): R$ 998,00

Cavalete central: R$ 691,00

Porta USB no compartimento de carga: R$ 389,00


ESPECIFICAÇÕES

Motor: bicilíndrico paralelo, 8V, SOHC, refrigeração líquida

Cilindrada: 745 cc

Transmissão: 6 marchas

Alimentação: injeção eletrônica PGM-FI

Suspensão dianteira: Showa, 41 mm de diâmetro, 120 mm de curso

Suspensão traseira: monoamortecedor, 120 mm de curso, ajuste de pré-carga da mola

Freio dianteiro: disco duplo, 320 mm de diâmetro, pinça c/ 2 pistões, ABS

Freio traseiro: disco, 240 mm de diâmetro, pinça c/ pistão único, ABS

Potência: 58,6 cv a 6.750 rpm

Torque: 7,03 kgfm a 4.750 rpm

Tanque: 14,1 L

Peso (seco): 197 kg (câmbio convencional) / 207 kg (DCT)



capa_moto_176_abr22.png
capa_guiamoto_jan21.png
CAPA-GUIA-DE-BIKES-2022-ED10-B.jpg
capa_dirt_319_abr22.png
capa_bike_259_mar22.png
728x90.jpg