• Motoaction

Yamaha e Viñales decidem separação imediata


Depois do GP da Holanda, foi anunciado que a Yamaha e Maverick Viñales encerrariam o seu contrato de dois anos (2021-2022) no final da atual temporada de MotoGP. Após os recentes eventos no GP da Estíria e após profunda consideração por ambas as partes, a decisão mútua foi alcançada para se separar com efeito imediato.

Lin Jarvis (Diretor Executivo da Yamaha Motor Racing): “Em Assen, a Yamaha e Viñales já anunciaram a decisão mútua de encurtar seu programa original 2021-2022 e terminá-lo no final de 2021. O piloto e a equipe assumiram o compromisso de continuar até ao final da temporada em curso, com a equipa a garantir todo o apoio e o piloto a dar o seu máximo para que pudéssemos terminar o projecto 'com estilo'.


“Infelizmente no GP da Estíria a corrida não foi bem ou terminou bem e, consequentemente, após profunda consideração por ambas as partes, a decisão mútua foi tomada que seria melhor para ambas as partes se encerrássemos a parceria mais cedo. A separação antecipada vai libertar o piloto para seguir a direção que escolher para o futuro e também vai permitir à equipe concentrar os seus esforços nas restantes corridas da temporada de 2021 com um piloto substituto - ainda a ser determinado.


“Gostaria de expressar a sincera gratidão da Yamaha a Maverick. A Yamaha vai continuar a guardar as boas memórias e apreciar o trabalho que ambas as partes colocaram nos 4,5 anos passados ​​juntos que nos trouxeram 8 vitórias, 24 pódios e dois terceiros lugares na classificação geral de pilotos de 2017 e 2019. Desejamos a Maverick tudo de melhor em seus empreendimentos futuros. ”


Maverick Viñales: “Seguindo a nossa decisão mútua em Assen de nos separarmos um ano antes, também foi decidido nos comprometermos a terminar a atual temporada com o máximo esforço de ambos os lados. No entanto, no GP da Estíria a corrida não saiu como esperávamos e, infelizmente, não terminou bem.


“Após uma análise cuidadosa, ambas as partes concordaram que seria melhor encerrar a parceria com efeito imediato. Estou profundamente grato à Yamaha pela grande oportunidade. Também sou grato pelo apoio que me deram durante esses 4,5 anos de corrida e vou olhar para trás com orgulho pelos resultados que alcançamos juntos. Sempre terei muito respeito pela Yamaha e lhes desejo o melhor.”


O substituto- O três vezes vencedor de Grande Prêmios, Cal Crutchlow, vai integrar a Monster Energy Yamaha MotoGP para o próximo GP em Silverstone. Crutchlow está confirmado para substituir Maverick Viñales e vai passar a ser companheiro de equipa do líder do Campeonato de MotoGP, Fabio Quartararo.


Cal Crutchlow: “É um privilégio fazer parte da Yamaha e fazer o que originalmente eram três corridas para a Petronas Yamaha Sepang Racing Team, mas os planos mudaram. Quero agradecê-los e estou ansioso para correr com a equipe de fábrica. ”









capa_moto_176_abr22.png
capa_guiamoto_jan21.png
CAPA-GUIA-DE-BIKES-2022-ED10-B.jpg
capa_dirt_319_abr22.png
capa_bike_259_mar22.png
728x90.jpg