• Motoaction

Yamalube R3 bLU cRU Cup consagra campeões e entrega mais de R$ 170 mil em prêmios


Rafael Rizada (E) e Humberto Turquinho Jr (D) são os campeões - Foto: LZ Fotos / Ricardo Santos

O Autódromo Ayrton Senna, em Goiânia/GO, foi o palco da decisão da Yamalube R3 bLU cRU Cup neste final de semana (11 a 13/12), decidida apenas na bandeirada final na categoria R3 Pró, com a virada do piloto Rafael Rizada. Na classe R3 Cup, o campeão foi o mais regular do campeonato, o jovem piloto de 15 anos Humberto Turquinho Jr, que conquistou o título ainda no sábado, quando foi o segundo colocado da Corrida 1.


O maior campeonato monomarca da América Latina encerrou da mesma forma que começou, com os pilotos dividindo cada curva e com muitas ultrapassagens a cada volta. Como sempre, as decisões foram nos décimos de segundo. E você pôde ver tudo ao vivo no YouTube, Facebook e também na BandSports.


No sábado, Enzo Valentin venceu a corrida, se tornando o nono vencedor diferente em nove provas disputadas. Domingo, a história se repetiu quando Eduardo Burr cruzou a linha de chegada em primeiro e foi o décimo piloto diferente a vencer em 2020. Turquinho Jr, o campeão do ano, conquistou nove pódios em dez corridas e teve apenas um abandono para garantir o título.


Já na categoria R3 Pró, o final de semana foi de virada no campeonato. Michel Velludo chegou a Goiânia liderando a tabela de classificação, mas Rafael Rizada, vencedor das duas corridas na etapa passada, confirmou a boa fase e também venceu as duas etapas de Goiânia, faturando o título de campeão da temporada nesta classe para maiores de 23 anos.



Passaporte Europeu


Mais que uma categoria de base criada pela Yamaha, a Yamalube R3 bLU cRU Cup tem sido a principal porta de entrada de pilotos brasileiros em campeonatos no exterior. Foi assim com os pilotos Ton e Meikon Kawakami, e com Felipe Macan, que disputaram nesse ano, o Mundial de Superbike 300 - WSSP300.


Agora, a Yamaha premia os melhores do ano com subsídios na inscrição da R3 bLU cRU European Cup. Ao vencedor da temporada, Humberto Turquinho Jr, o prêmio é de 16.740 Euros, que corresponde a 60% da inscrição. Já Fabio Florian, o vice-campeão, o prêmio é de 40% da inscrição, que corresponde a 11.160 Euros. É o maior prêmio pago pelo motociclismo brasileiro, chegando a ultrapassar os 170 mil Reais.



Novidades em 2021


Para a temporada 2021, a Yamaha já projeta uma série de novidades. Nas 5 rodadas (10 etapas) serão agora 48 motos nas disputas, com as duas categorias disputando em dois grids separados, com 24 pilotos em cada classe. Um grid para a categoria R3 Cup - pilotos de 12 a 22 anos - e outro grid para a R3 Pro - pilotos acima de 23 anos.


Além disso, a transmissão ao vivo na BandSports está confirmada em todas as rodadas, além de mantida nos canais de YouTube e Facebook.



Os patrocinadores da Yamalube R3 Cup são: Yamalube, Eneos, Alemão Pneus, Nacar Motorcycles, Ello, Diafrag, 2MT, LS2, Pirelli, AD78, PlayStation, Monster Energy, iPlanForest, Flip Racing, Jeskap, Retroglass, Banco Yamaha, Design e Hel.




Resultados - Corrida 1 – Sábado

R3 Cup

1º) Enzo Valentin

2º) Humberto Turquinho Jr

3º) Fabio Florian

4º) Kevin Fontainha

5º) Kaká Fumaça


R3 Cup Pró

1º) Rafael Rizada

2º) Hebert Pereira

3º) Michel Velludo

4º) Guilherme Soares

5º) Pierre Balducci




Resultados - Corrida 2 – Domingo

R3 Cup

1º) Eduardo Burr

2º) Facundo Llambias

3º) Humberto Turquinho Jr

4º) Enzo Valentin

5º) Kaká Fumaça


R3 Cup Pró

1º) Rafael Rizada

2º) Michel Velludo

3º) Hebert Pereira

4º) Guilherme Soares

5º) Tato Velludo